Meu Carrinho

Fechar

Whey Protein e o nutricionista

Whey Protein e o nutricionista

Você com certeza você já questionou algum amigo ou parente sobre o uso da whey protein com perguntas como “É pra ficar forte? É bomba?”..
 
Estamos acostumados a ouvir falar desse suplemento nas academias com objetivo de ganho de massa muscular, mas sua utilização pode ser mais abrangente.
 
Curiosidade: devemos falar “a whey protein ou “o whey protein”?
 

Antes de tudo, conhecendo os nutrientes

 
Antes de ir direto ao ponto, vamos entender o básico sobre os nutrientes. Nosso metabolismo não faz ideia do que seja frango, carne, batata doce ou ovo. O que você precisa incluir na sua dieta, seja qual for o objetivo, são nutrientes: proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais. As principais proteínas que encontramos nos cardápios são frango, carne, ovos, peixes, soja e, em menus fitness, whey protein.
 
É papel do nutricionista dosar e planejar a quantidade de cada nutriente na dieta, horário das refeições etc.
 

O uso da Whey Protein

 
Quando os suplementos de whey protein foram desenvolvidos, nasceram com a principal indicação relacionada ao esporte. Se comparados à pessoas sedentárias, os praticantes de atividade física tem gastos calóricos mais elevados e precisam de uma quantidade maior de proteínas para o aumento de massa muscular e consequentemente aumento da força e resistência. Muitas vezes, conseguir este aporte de nutrientes extra é difícil através da alimentação sólida e nestes casos, a whey protein sempre foi uma excelente opção.
 
Após muita pesquisa, chegaram à conclusão de que o Whey Protein era muito mais do que um suplemento para atletas, ele era um super alimento com benefícios para qualquer pessoa.
 

Sobre a Whey Protein

 
A Whey Protein é uma proteína retirada do soro do leite, que passa por alguns processos de filtragem até alcançar o grau de pureza desejado. Dependendo da concentração proteíca e do tipo de filtragem, separamos os produtos em whey protein concentrada e whey protein isolada. Dessa forma, podemos classificar a Whey Protein como um alimento, pois foi retirado do leite.
 
Muitos pesquisadores também buscam informações sobre o uso dessa proteína em pessoas comuns, como sedentários, crianças e idosos, e encontraram total segurança para o seu consumo. Tanto é, que você encontra Whey Protein nos complementos nutricionais menos esperados: sabe aquela lata de leite em pó específico para recém-nascidos? Pois é, tem Whey Protein! Quando o seu nutricionista prescreve Whey Protein na sua dieta, não tenha medo, ele pode estar pensando apenas em completar a quantidade necessária de proteína do seu dia.
 
Texto por Luiz Fernando Miranda – Fisiologista CREF 064042-G/SP.

0 comentários

Deixe um comentário

Todos os comentários do blog são checados antes de serem publicados.